sexta-feira, 18 de março de 2011

há dias em que
me alojo
nas profundezas
de mim mesma

e fico ali
pelos cantos
sem móveis
de minha casa

mergulhada em nebulosas
pré-imagens
de pensamentos
densas e rarefeitas
feitas
de um não sei quê
que me toma
me mergulha
me enche inteira

quarta-feira, 16 de março de 2011

terça-feira, 15 de março de 2011

quinta-feira, 10 de março de 2011

quero o barulho da chuva
na pele
quero o tempo lento
do teu beijo

video
ó insensato coração
que pede nomes
como quem pede pão
que pede sentido
para os sentidos.
acabará
por sentir que os nomes
te alimentam menos
do que o pão?

quarta-feira, 9 de março de 2011