sábado, 11 de maio de 2013

William Kentridge explica e entrevista: O que é a Arte? Lição de Desenho número 47


http://www.youtube.com/watch?v=9F1hMqJLaVY

Esta entrevista para o Escola de Artes Estudio NY, acontece no domingo, 3 de outubro às 9...
9:15, da manhã.
9:05, da manhã. Nós temos 3 minutos, então, por favor, tenha em mente respostas sucintas, objetivas, e que sejam acessíveis ao público em geral que está nos ouvindo. Você pode nos descrever a sua vida enquanto artista? Ou melhor, você poderia nos dizer o que você fez hoje que nos dê uma ideia de como você preenche suas horas entre acordar e ir dormir todos os dias? Você tem como nos falar sobre... sobre....
Ok. Tempo... Há tantas coisas com as quais alguém pode começar... mas o tempo é curto para explicar...
[tapando o microfone:] Ele não está dizendo nada que seja interessante, de jeito algum. Ele não está falando sobre a verdade, ou a beleza, ou sobre a verdade mística que é revelada pelo artista. Ele está falando sobre... maionese; molho tabasco! Vamos falar sobre inspiração! Eu quero dizer, você diria que a sua inspiração vem dos céus enquanto cor...
O quê?
... de uma vaca leiteira? Isto é Hopkins...
Eu sei quem é Hopkins. Eu li tudo o que você leu. E mais.
Certo, aqui está a pergunta. Alguém pode ensinar arte?
Sim.
Não. Eu vou tomar nota aqui: não! Quer dizer, ou você tem a habilidade de fazer arte, ou não. Você concorda?
Não.
Eu vou tomar nota: sim! Quer dizer, o que faz você ter um “click”? Quer dizer, será que conseguiremos ter uma palavra verdadeira de você? Estamos esperando aqui para ouvir a resposta!
Eu vou ultrapassar você, ano após ano!
Tá bem, tá bem... você pode pelo menos nos contar como faz o seu trabalho? Quer dizer, talvez seja como uma imagem que você tem em sua cabeça e essa imagem vem vindo, vem descendo em tua direção? Ou você começa com uma folha branca... você começa com uma folha branca de papel e aí, devagarzinho, você encontra esta mídia intermediária entre você mesmo... você mesmo e o mundo que torna possível que você navegue pelos seus cursos... [frase em suspensão; pausa dramática] Realmente, não há validade alguma. Nada! Fraco, fraco... Eu não sei realmente o que ele está fazendo aqui hoje à noite. Isto conclui nossa entrevista!

domingo, 5 de maio de 2013

onde a dignidade
parecer dureza
 
onde a pureza
parecer fraqueza

onde a coragem
parecer loucura

onde as janelas estiverem fechadas
mas o coração aberto

onde a verdade
for o que for

incomodando a quem for
tirando do lugar o que for

lá, onde o incômodo gerar crescimento
e os fundamentos não forem cimento

lá, onde os afagos nem sempre são beijos
o amor escolhe caminhos incertos

onde só existe a certeza
de que não existem certezas

onde a água beija e luz

onde ser um
deixa de ser eu e de ser você

eu estarei
nas esquinas incertas da vida
esquinas incertas
de teu coração